Ela se cansou, foi isso, querido!

Gostar também cansa rapaz. E ela se cansou. Me surpreende você questionar o que a fez te ignorar, assim “do nada”. Ela tentou ser seu sol, ela quis entrar no seu mundo, ela quis fazer parte do seu cotidiano. Você deixou? Preferiu fazer joguinhos. Ela conversou.  Ela acreditou em você. Nas noites em que se falavam e se viam, ela dormia mais feliz. Os olhos dela brilhavam quando ela te via e ganhava seu abraço. E você? O que fez? Brincou. Ignorou. Foi frio. A sua indiferença fez com que ela percebesse que estava entrando numa furada. E ela chorou no meu ombro, comemos chocolate juntas, de pijamas, falamos muito mal de você e bem dela. Chegamos juntas à conclusão de que você é um merda. E completamente dispensável na vida dela.

Ela é diferenciada. Cultiva algo chamado Amor Próprio. Sabe ser feliz sozinha. Tem amigos. Sabe ficar na dela, apesar de você achar que o mundo dela girava em torno de você. Sabe rapaz, você foi burro. Ela te faria um bem danado. Mas você conseguiu a perder. Foram vários dias de desintoxicação do que ela sentia por você. Mas ela conseguiu! Te enterrou, finalmente! Agora você é página virada. Ela não vai mais entrar em contato. Se você a abraçar ou não, se falar com ela ou não, não fará diferença alguma. Ela deu play no ‘foda-se’. O que ela sentia por você, se esvaiu pelo ralo, como água no banho. Mas é aquele banho de sal grosso, que dizem os sábios, que leva tudo de ruim.

E ela vai ficar linda e interessante aos seus olhos. E você vai correr atrás. Então ela se mostrará indiferente. Como você era. Só que você, estava jogando o tempo todo. Ela era verdadeira e você, covardemente frio. Calculista. A frieza dela não será como a sua, pois ela foi voar em outros ares. Ela sabe quando é o momento de tirar o time de campo. E tirou. Parabéns! Você perdeu uma mulher e tanto. Por babaquice. Ela me disse, dia desses, que te olha e pensa “como pude chorar tanto por ele?”, “como pude querer esse cara?”. E riu! Ela está curada do que sentia por você.

Se você visse nossos papos, viria que ela ficava feliz com suas mensagens. Ela compartilhava prints comigo e dizia “viu, ele está a fim também, vai dar certo!”. E eu sempre falava “manda ele à merda, ele não te quer”. Ela acreditou e tentou o quanto pôde. A ficha demorou a cair. Você foi covarde e a cozinhou em banho-maria. Achou melhor ir levando, brincando com ela. Ela não é mais uma garotinha ingênua… saiu fora! Agora fique aí, se lamentando. E da próxima, se é que vai conseguir atrair alguém tão foda quanto ela, não jogue. Seja inteligente. Retribua, mostre interesse, demonstre que quer também. Boa parte das mulheres de hoje, aprenderam a se amar. A se valorizar. E acho que você não quer passar por isso de novo.

Deve ser interessante ver alguém que te rondava, que estava sempre ali, dando atenção; ficar fria “do nada”. Eu queria muito ser uma mosquinha para entrar em seus pensamentos e rir da sua cara. Ela se cansou e a culpa foi sua, parabéns! E eu, estou muito orgulhosa dela, pois acompanhei isso desde o início. Sabe o melhor? Ela vai encontrar quem a ame de verdade e que a valorize, como ela merece. E vai ser tão feliz, mas tão feliz, que isso que vocês quase tiveram, servirá pra ela ajudar outras amigas.  Até isso tem o lado bom. A dor dela vai virar experiência. Agradeço por ela, rapaz. Você foi dez!

Este artigo foi feito para o site O Segredo, onde sou colunista desde fevereiro de 2016.