7 Atitudes mais eficientes que promessas, para fazer no fim do ano!

Fim de ano sempre rola aquelas promessas de “ano que vem, farei isso”, “no próximo ano, entrarei para um grupo de ajuda às crianças carentes”, “vou ler 10 livros ano que vem” e até “a partir do ano que vem, serei uma nova pessoa”. Promessas lindas, que quase sempre não são cumpridas. A sorte é que quando a pessoa faz uma lista maluca de atitudes pro próximo ano, ela perde a lista e fica tudo certo, uma vez que a memória também não faz a mínima questão de ajudar. Para evitar essas promessas feitas no calor da emoção e que não serão cumpridas, separei algumas atitudes úteis para 2016.

Como todas as listas que faço, não são regras, obviamente. Se algo lhe for útil, tome pra si, faça. Se nada lhe for proveitoso, agradeço a leitura.

1. Fazer a faxina do ano

É sempre bom, em dezembro, antes de preparar a decoração da casa, dar uma senhora faxina. Limpar e descartar tudo que não é mais utilizado. Não se esqueça de conferir as datas de vencimento dos remédios e perfumaria em geral. Prepare um saco de lixo bem grande, coloque uma música que você goste e vá em frente! Sua alma ficará mais leve após essa faxina, acredite. Faz um bem danado. Se você mantém um escritório em casa ou um quarto de estudos, sabe bem do que estou falando. Tem aquele lugar da casa onde ficam os xerox, os rascunhos. Verifique-os e veja o que pode ser descartado. O que não pode, organize por assunto ou disciplina (universitários) e guarde em caixas de arquivo. Isso facilita a procura quando precisar consultar algo e deixa o espaço vazio para a papelada do próximo ano. Tenha a certeza de que muita coisa será jogada fora e vai sobrar espaço.

2. Lista de livros para ler

Dependendo da quantidade de livros que você lê, é melhor que essa lista não ultrapasse o número de três. Sério. Melhor prometer menos do que acha que pode, do que achar que no ano que vem, você será uma nova pessoa e se frustrar, ao ver que na lista tinha 10 livros e você só leu 2.

3. Geral no guarda-roupas

Sempre têm campanhas para arrecadar doações de roupas às pessoas carentes. Que tal dar uma geral no guarda-roupas, tirar tudo que você não usa? Lembre-se que quanto mais roupa que não usamos tirarmos de lá, mais espaço sobra para as novas serem organizadas!

4. Revisar a caixinha de bijuterias e necessaire de esmaltes

Só nós, mulheres, sabemos como o volume de objetos nesses locais procriam. Fim do ano é uma boa época para separar o que ainda usamos do que já passou e fazer a limpa. Se surgir o sentimento de “devo me desfazer dessa peça?”, se concentre na parte onde “quanto mais espaço, mais coisas novas poderão surgir”, e vá em frente! Força na peruca!

5. Mudar a disposição dos móveis da casa

Quando fazemos isso, dá um ar de “novidade” incrível. Dá trabalho, faz bagunça, suamos horrores. Mas vale à pena. Nada como uma mudada na disposição dos móveis, para dar uma cara nova em nosso lar. Se o parceiro topar e estiver animado, pode até rolar uma cor nova nas paredes! Que tal? Aproveite para pintar o nariz dele e dar vários beijinhos, antes que ele decida pintar seu cabelo!

6. Refletir sobre suas atitudes

É uma coisa legal de ser feita. Avalie o que deu certo, o que não deu. Pense o que será prioridade no ano que vem chegando, pense onde você pode mudar, se você tem algum problema com alguém que possa ser resolvido… É uma ótima época para reconciliações com quem vale à pena, para evitar conflitos e refletir sobre tudo o que você fez. Você vai aprender muita coisa, repensando suas atitudes. E certamente, os erros que cometeu em 2015, não serão repetidos, após essa reflexão, em 2016. Faz muita diferença isso. Evita de você ficar em um círculo vicioso.

7. Fazer o bem ao próximo 

Essa é a mais fácil de todas. Para fazer o bem a alguém, você só precisa de uma coisa: disposição. Mais nada. Por exemplo: você está na rua, indo pro trabalho. Vê um deficiente visual chegando próximo ao sinal de trânsito para atravessar. Você também vai atravessar. Não vai atrapalhar em nada seu dia se você ajudar. Então… Vá em frente! Ofereça à pessoa, seu braço e ajude-a a atravessar. Quando fazemos o bem a alguém, o maior beneficiado, somos nós mesmos.

Essa lista é bem simples e mais motivacional que as listas malucas que aprendemos a fazer. Pense sempre em colocar metas pra si, que você possa atingir. O item 7 pode ser feito por toda sua vida, sem a necessidade de esperar o natal para fazer algo voluntariamente, que ajude ao próximo.

Que seu fim de ano seja maravilhoso! Que 2016 lhe traga muitas coisas boas e que você seja muito, mas muito feliz!!!