4 Prós e contras de um Emprego Temporário SPE

Aceitar ou não um emprego temporário sem possibilidade de efetivação?

Vagas temporárias sem possibilidade de efetivação, nos deixam em dúvida só por ser temporárias. Se somos o tipo de colaborador que pode escolher entre aceitar ou não uma vaga e não tiver possibilidade de efetivação, as dúvidas aumentam.

Na maioria das vezes em que sou questionada quanto a isso, a primeira resposta que dou é: emprego temporário pode ser uma boa opção, se você não estiver trabalhando.

Quando o temporário não tem possibilidade de efetivação, gera aquela sensação de “perda de tempo”. Será mais um ponto a saltar aos olhos dos recrutadores, por ser uma experiência de poucos meses durante a avaliação do seu currículo.

Quando a empresa é sincera em dizer durante o processo seletivo, que a vaga é temporária e sem possibilidade de efetivação (SPE), cabe à você avaliar se vale à pena aceitar essa experiência. Mesmo sendo temporário, você deve cumprir horário, realizar as tarefas com responsabilidade e se dedicar. Afinal, o seu profissionalismo não deve ser deixado de lado nesse emprego.

Uma afirmativa que faço sobre essa situação é: se você aceitar para continuar procurando emprego, não aceite.

Se a empresa for séria, cumprirá com o prazo do contrato. Depende de você, se o contrato vai até o fim ou se será prorrogado. Então estabilidade, durante os meses do contrato, você terá. Fatores que podem fazer a empresa não seguir com o contrato: suas faltas, seus atestados, seu comportamento antiprofissional.

Pontos importantes a analisar:

  • A empresa vai agregar valor ao seu currículo?
  • Essa oportunidade vai gerar crescimento profissional?
  • É uma empresa sólida, com bom nome no mercado, que pode te abrir portas para vagas efetivas?

É esse tipo de questionamento que você deve se fazer ao avaliar a vaga.

4 Prós da vaga temporária SPE:

– Mesmo não tendo possibilidade de efetivação, você poderá dividir e receber conhecimento. Crescer profissionalmente e aumentar o seu network.

– Se levar as vaga a sério e portar-se com responsabilidade e profissionalismo, o contrato vai até o fim e você terá estabilidade profissional por alguns meses.

– As remunerações de temporários SPE, costumam ser maiores que as de cargos efetivos, pois é a atratividade que a empresa tem para reter o colaborador, já que não há vaga para efetivação.

4 Contras da vaga temporária SPE:

 – Perder oportunidades efetivas enquanto estiver cumprindo o período temporário. Vai acontecer isso, mas nem cogite se inscrever. Aceitou a vaga, correto? Então fique até o fim.

– A empresa não investirá em você profissionalmente. Pode acontecer de você ver os seus colegas indo para cursos e treinamentos e você não ser convidado. Isso é aceitável afinal, você está de passagem. Somente cursos e treinamentos que implicam diretamente em seu rendimento durante o contrato serão oferecidos a você. Esteja preparado (a) para isso.

– Surgir alguma tarefa cansativa de fazer e você ser designado (a) para realizá-la, por ser temporário.

– Caso o (a) colega que você substituiu durante os meses do emprego for inseguro (a), colocará todo o seu trabalho em cheque ao retornar e assim, sentir-se valorizado. Mas seja maduro (a) o suficiente para perceber que é apenas insegurança da pessoa e se concentre no óbvio: se o seu trabalho não estivesse sendo desenvolvido como a empresa precisava, você não estaria até o fim do prazo do contrato na empresa.

Dica importante:                

– Não pense que por ser temporário, a empresa deve te manter até o fim do contrato e você pode fazer o que bem entender – estender horário de almoço, chegar mais tarde, sair mais cedo, trabalhar dia sim, dia não e apresentar atestado. Eles podem findar o contrato quando bem entenderem. Por isso, você deve pensar se deve ou não aceitar e caso aceite, levar à sério.

Se o prazo do contrato terminou e ofereceram estender, se questione:

  1. Você quer continuar?
  2. Você gostou do ambiente da empresa?
  3. Valerá à pena aceitar a proposta de ficar mais uns meses?

Ressalto, se você estiver desempregado (a), esse tipo de vaga, é uma ótima opção se a empresa for de boa reputação. Você consegue se organizar financeiramente e permanece ativo no mercado. Mas deixar um emprego efetivo para ir para uma vaga temporária por causa do salário alto, é um risco que deve ser muito bem avaliado. Eu, Gabriele Barboza, que já trabalhei em vaga temporária assim, não cogitaria tal troca.